(27) 3227-6767 contato@cdmec.com.br

Apoiadora e associada ao CDMEC, a Imetame acaba de receber a última licença necessária para começar as obras que darão início ao projeto que demandará um investimento de 1,7 bilhão. A construção deverá durar 3 anos, mas a expectativa é que em dois anos e meio a operação comece a funcionar de forma parcial.

O complexo terá pelo menos três terminais, o primeiro será focado em contêineres, com capacidade para movimentar 300 mil TEUs por ano e potencial para chegar até 1 bilhão de TEUs. Já o segundo terminal, será focado em granéis sólidos, especialmente soja, com capacidade para movimentar 10 milhões de toneladas anualmente. Por fim, o terceiro terminal será um pouco menor que os anteriores e de carga geral.

O complexo terá pelo menos três terminais, o primeiro será focado em contêineres, com capacidade para movimentar 300 mil TEUs por ano e potencial para chegar até 1 bilhão de TEUs. Já o segundo terminal, será focado em granéis sólidos, especialmente soja, com ca

O porto terá uma profundidade de 17 metros, dessa forma, os terminais terão estrutura para receber os maiores navios do mercado global, o que garante ganhos em grande escala já que o Espirito Santo não recebe navios de longo curso, apenas “feeders”. Nesse sentido, caberá ao grupo garantir a demanda de carga para ocupar esses terminais, o que deverá ser feito nos próximos três anos. 

 

Abrir chat
Precisa de ajuda?