(27) 3227-6767 contato@cdmec.com.br

O CDMEC realizou uma Visita Técnica na Placas do Brasil. A visita atingiu os objetivos de aproximação e conhecimento das instalações.

O Diretor Evandro de Figueiredo Neto recebeu o grupo de Associados e parceiros do CDMEC.

  • Foi realizada uma apresentação da Placas do Brasil:
  • Concorrência (principais players): BERNECK, DURATEX, EUCATEX, ARAUCO, GUARARAPES, FLORAPLAC, ASPERBRAS e PLACAS DO BRASIL. A maior parte dos players está localizada nas regiões sul e sudeste do país, exceto a FLORAPLAC (Pará).
  • Mercado: Destacam-se polos moveleiros de Linhares, Ubá com demanda aproximada de 15.000 m³ / mês cada um além do Norte/Nordeste, onde a Placas do Brasil tem diferencial competitivo por sua logística, entretanto também existe o objetivo de exportação de 20% da produção. A Sazonalidade do mercado tem como destaque outubro e novembro meses de maiores vendas e dezembro como mês de menor demanda.
  • Investimento: R$ 640 milhões, que iniciou suas operações em agosto de 2018, financiado inicialmente por 45 sócios(atualmente 34) com capital próprio, Banco do Nordeste e o Banco Alemão LBW. A logística foi considerada um diferencial estratégico quando da instalação da fábrica, que é próxima aos insumos, além dos benefícios fiscais da região (SUDENE).
  • Controle Acionário: 34 acionistas, sendo que o maior acionista possui aproximadamente 15% das quotas de capital. Fazem parte acionistas estratégicos como alguns clientes e fornecedores diretos.
  • Governança Corporativa: Destacou-se na apresentação o profissionalismo na gestão com independência dos gestores em sua atuação e tomada de decisão, proporcionada por uma governança corporativa.
  • Construção e Operação: Construção iniciada em junho de 2016 e Operação iniciada em janeiro de 2018. Destaque para dificuldades com engenharia (falhas nos projetos e montagem), além de licenciamentos ambientais. A Planta de MDF é a planta mais moderna do mundo em termos de tecnologia existente, e a feira de Hannover-Alemanha é uma referência para atualização de novas tecnologias existentes e avaliação.
  • Capacidade Produtiva Nominal:
    • 000 m³ MDF crú / mês
    • 000 m³ MDF revestido / mês
    • Atualmente foi atingida em torno de 75% da capacidade produtiva (MDF cru) e 50% (revestido).
    • São entregues aproximadamente 20 caminhões de MDF por dia em Linhares
  • Pessoas Contratadas: Aproximadamente 206 diretos e 330 terceirizados, além dos empregos gerados na cadeia produtiva.
  • Dados técnicos complementares identificados na visita:
    • Consumo de MP: Eucalipto 1,74 m³/m³ MDF; resina de 95 a 98 kg/m³ de MDF fabricado.
    • Perdas de produção em torno de 2%
  • Fornecedores:
    • Florestas – A empresa optou por atuar com parceiros para o fornecimento de eucalipto, com 18 ha contratados o que assegura uma estabilidade operacional, uma vez que cada floresta leva 6 anos de maturação e a planta consome cerca de 3 há/ano.
    • Resina – Principais fabricantes de resina ficam fora do estado – EPC, Royal e Exxon.
    • Demais Fornecedores e Cadastro Suprimentos – Para compras de materiais e serviços, são feitas consultas em websites e empresas podem ser cadastradas através do e-mail: compras@placasdobrasil.com.br.
  • Parada de Manutenção:
    • Anual no período de 15 de dezembro a 07 de janeiro aproximadamente. Para este ano esta previsto como atividade principal a troca do refratários da caldeira.
  • Responsabilidade Social: A placas do Brasil possui mais de 70% de sua mão-de-obra contratada na região de São Mateus, Pedro Canário, Conceição da Barra. Mais de 90% de mão-de-obra local e conta com parceria junto à indústria cerâmica local, a cada 20 caminhões de fibra doados à indústria cerâmica, um caminhão de tijolos é doado à comunidade. Toda água da chuva é reaproveitada em suas lagoas que possuem capacidade total de 120.000 m³.
  • Pesquisa e Desenvolvimento:
    • Desafio: A Placas do Brasil tem o desafio de reduzir o percentual de formol aldeído na produção: já reduzido de 30% para 20%, entretanto é necessário reduzir para abaixo de 8%.
    • Relacionamento com as Universidades: Placas do Brasil tem interesse em se aproximar e disponibilizar suas instalações e equipamentos, podendo doar reagentes e permitir desenvolvimento de pesquisas e visitas técnicas junto às universidades.